Você já parou pra pensar em como o bambu começou a marcar presença em projetos de Arquitetura?

Atualmente, a madeira tem se mostrado uma queridinha entre os materiais considerados ecológicos e tem aparecido em projetos renomados, concursos internacionais e até em projetos de saneamento sustentável. Suas propriedades são o seu grande diferencial, já que além de ecológico e sustentável, o produto pode ser reposto na natureza, sem depender da fabricação mecânica e, também, pode ser aplicado em uma infinidade de soluções.    

Por onde vemos o bambu?

O material tem marcado presença não só no plano nacional, como também no internacional. Recentemente, um concurso de estudantes de Arquitetura,  Kaira Loo, teve em sua lista principal de materiais o bambu. O concurso recebeu candidatos de todo o mundo, mas a disputa em questão se deu com base em um programa de projeto do Senegal, em uma pequena vila. A ideia era conceber um espaço destinado para as mulheres da comunidade, trazendo ambientes de convivência e atividades para as mesmas, que fosse sustentável e de fácil construção O projeto, conta com uma lista de materiais baseada na redução de impacto nos custos e no meio ambiente.

De onde vem o bambu

O fato do Bambu ter sido colocado com essa importância e ter assumido a sua face ecológica, não só nesse projeto, mas como no cenário nacional e internacional, demonstra a mudança de valor dessa madeira nos últimos tempos. 

Sua história, demonstra que a planta cresce em quase todos os lugares de clima não extremo do mundo, apesar de no senso comum muitos acreditarem fortemente no contrário, de que ele vem de um país específico. Como mostra um apelido comum do mesmo, “bambu da china”.  

 A planta, após ser mais conhecida e perder um pouco a identidade chinesa, passou muito tempo carregando uma imagem praiana. Quando o material aparecia em design de interiores, mobiliário e produtos de estabelecimentos, estes costumavam ficar próximos à praia ou atender a um público vindo da praia, como quiosques, lanchonetes ou lojas de equipamentos de surf.

 Ainda, o material não só demonstra ser base de diversos projetos e ter uma faceta ecológica, mas também, mas também agregar fortemente como estratégia de projeto. Podemos até dizer que o uso apropriado e proveitoso do bambu dá sorte à aqueles que o utilizam. Isso acontece já que, na última edição do concurso Kaira Loo, a maioria dos projetos finalistas colocavam o bambu como elemento central.

 Ainda, é importante mencionar que temos um longo caminho pela frente e precisamos continuar desenvolvendo estudos aprofundados sobre o bambu e outros muitos materiais construtivos. Existe uma série de cuidados a serem tomados quando lidamos com a planta, que envolvem sua manutenção e durabilidade. Além disso, hoje em dia, o processo de plantação, transporte e aplicação do bambu, não cumpre necessariamente com seu potencial sustentável, como não precisar de fertilizantes, pesticidas ou muita água, por isso precisamos ficar atentos. 

 Casas feitas de bambu, lojas que tem como decoração principal o bambu ou até mesmo casas com esse tema decorativo e funcional, são chave para isso. À medida em que o material se torna um dos principais do mundo da arquitetura e crescem as produções de projetos e coisas feitas de bambu, mais se sabe e se aprende sobre ele.   

 E aí, O que acha de começar a fazer projetos utilizando o bambu? Aqui na Empresa Júnior, oferecemos todo apoio necessário para você, interessado no futuro da arquitetura, se mantém antenado e quer ficar por dentro dos avanços que rolam no mundo. 

 Que tal conversarmos sobre a aplicação do bambu em seus projetos? Podemos, juntos, chegar a soluções de mobiliário, design de interiores ou a aplicação do bambu em seu espaço de casa ou loja.

Confira os projetos que fazemos e que podem se conectar ao bambu:

  • Projeto de mobiliário;
  • Design de interiores;
  • Manual do Franqueado; 

  • Texto escrito por Marcelle Falcão e Viviane Dias
× Agende um diagnóstico