Manter a saúde financeira de um empreendimento é um dos alicerces do negócio. Por isso, os empresários devem sempre estar atentos às finanças, principalmente diante de cenários econômicos mais complexos. Afinal, sabemos que lidar com uma crise financeira não é fácil, ainda mais se a sua empresa não estiver preparada para agir frente aos desafios. Sendo assim, trouxemos 3 dicas para te ajudar a controlar as  finanças do seu negócio!  

1 – Entenda os desafios da sua empresa

É muito importante que dados sobre o mercado de atuação sejam levantados, levando em consideração qual é o diferencial competitivo do empreendimento. O cenário importa, pois além dos pontos positivos e negativos internos, oportunidades e ameaças devem ser previstas.

O que, pontualmente, está impedindo que a empresa tenha uma gestão financeira eficiente? Quais pontos estão deficientes? Para responder a essas perguntas, use os resultados como ponto de partida. Tente achar o que não ocorreu conforme o planejado. Assim, você entende as particularidades do negócio, obtendo uma perspectiva ativa.

2 – Faça um planejamento financeiro

O planejamento financeiro empresarial é crucial, e sua elaboração é considerada uma das ações mais básicas de criar e administrar uma empresa. É esse planejamento que vai possibilitar que o empreendedor tenha total controle financeiro de seu negócio e esteja sempre preparado para enfrentar as possíveis adversidades que podem surgir ao longo do seu caminho no mundo dos negócios.

Vale ressaltar que, dentro deste planejamento, algumas regras devem ser seguidas para que ele funcione conforme o esperado. Antes de qualquer coisa, ele não deve ser feito no início do ano, como a maioria dos empresários faz, mas por volta de setembro ou outubro. Isso garante que o ano se inicie com todos os detalhes devidamente organizados.

3 –  Faça a contabilização de gastos

É preciso que você tenha contabilizados todos os gastos do seu negócio, tendo sempre o registro de todo o dinheiro que sai da organização. Somente assim será possível ver se algo está fora de controle e precisa ser revisado.

Uma boa forma de contabilizar os gastos de uma empresa é classificar os valores que saem do fluxo de caixa. Podem ser criadas categorias de gastos fixos referentes à estrutura e de despesas variáveis.

Categorizar os gastos da empresa dará a você uma dimensão dos gargalos que podem ser diminuídos ou, até mesmo, eliminados.

Assim, é necessário que todo empresário se atente constantemente à saúde financeira do seu negócio, uma vez que é o principal pilar para que um empreendimento sobreviva. É importante estar sempre preparado para qualquer tipo de imprevisto que possa acontecer, a fim de enfrentá-los da melhor forma.

-Antonia Pires e Anita Queiroz

× Agende um diagnóstico